foto user

A Bandeira de Portugal

Analua Zoé
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
carregar
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
História/A Bandeira de Portugal
voltar lista nav-leftnav-right

A Bandeira de Portugal

fotografias > 

História

2008-03-27 14:54:11
comentários (29) galardões descrição exif favorita de (9)
descrição
“Cumpriram-se os mares, o império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal”…



Este país de reis foi e é também um Porto de Paz (PORTO-GRAAL), ou um “Lugar de Luz” (LUX-CITANIA), cujo significado místico na rota dos tempos deu ao Mundo o seu contributo de Além-Mar. E se entendermos também qual o significado oculto da Bandeira portuguesa com suas cores Verde/Vermelho e o Escudo Dourado ao centro, ladeado por 7 Castelos com 5 quinas dentro das quais existem 5 pontos que representam as chagas de Cristo, então descobriremos um tal ‘Segredo’ que o ilustre Fernando Pessoa entendeu e que o levou a dizer: “Cumpriram-se os mares, o império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal”… 7 castelos + 5 quinas +1 Esfera= 13 12 apóstolos + Cristo =13 Calendário das 13 Luas Cabe ao nosso país, segundo muitos esoteristas, o “Arcano 13” do Tarot que representa a Morte que é também chamado o Arcano da Imortalidade. Simboliza o papel decisivo que cabe a Portugal na morte do homem velho, para o nascimento do homem novo, o Homem Arquetipal, aquele que dará definitivamente início à já tão esperada “Idade de Ouro” ou do Espírito na Era de Aquário.

A cor VERDE, normalmente associada à Esperança dos homens, representa ocultamente uma das duas Energias Cósmicas - O FOGO FRIO ou “HÁLITO DIVINO” CAÍDO DOS CÉUS - O FOHAT – PURUSHA - ESPÍRITO.

O VERMELHO, significando o sangue derramado de todos os que lutaram e morreram pela Pátria, representa ocultamente O FOGO QUENTE SERPENTINO, IRRADIADO DO CENTRO DA TERRA – A KUNDALINI, PRAKRITI – MATÉRIA.

Nas duas cores da Bandeira de Porto-Graal, estão expressas as duas principais Forças que originaram a Vida - ESPÍRITO E MATÉRIA - e sobre estas duas cores aparece a esfera armilar a representar o Mundo, a sugerir que toda a Evolução processada no nosso planeta tem por base primordial a conjunção destas duas Forças.

Sobre a esfera armilar que representa o Mundo, aparecem os sete castelos dourados que tanto representam a cidade das 7 colinas como simbolizam, os 7 Pilares relacionados com a existência dos “Sete Dhyanis” Ou Seres Superiores que amparam e regem os destinos da Humanidade. As cinco quinas representam as cinco chagas de Cristo dispostas em cruz, num país de Cruzadas que levou a sua Mensagem além-Mar e que de novo se cumprirá como Mensageiro duma Nova Era (Aquário) quando retomar o Caminho iniciado há muito mas desviado do seu verdadeiro sentido que será corrigido no tempo certo para o qual foi predestinado Portugal numa Nova Era Universal, porquanto se levantará de novo como se canta no hino nacional.

O Azul é a cor da espiritualidade, representado nas cores iniciais da Bandeira Lusa que certa Confraria Branca Esotérica imprimiu como que profetizando o papel relevante de Portugal nos acontecimentos futuros que a sabedoria popular pressente na enigmática frase da “Padroeira” que diz: “Portugal será perseguido mas nunca vencido”, e nele existe um Segredo no Centro que a seu tempo será revelado…

Retirado de: http://salteadoresdaarca.wordpress.com/2008/02/14/interpretar-a-bandeira-nacional-a-luz-dos-conhecimentos-esotericos%E2%80%A6/
exif / informação técnica
Maquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot A700
Exposição: 1/500
Abertura: 40/10
MeteringMode: 5
Flash: 88
Dist.Focal: 11546/1000

favorita de 9
galardões
  • galardão visitas
    5000
    visitas
A Bandeira de Portugal
“Cumpriram-se os mares, o império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal”…



Este país de reis foi e é também um Porto de Paz (PORTO-GRAAL), ou um “Lugar de Luz” (LUX-CITANIA), cujo significado místico na rota dos tempos deu ao Mundo o seu contributo de Além-Mar. E se entendermos também qual o significado oculto da Bandeira portuguesa com suas cores Verde/Vermelho e o Escudo Dourado ao centro, ladeado por 7 Castelos com 5 quinas dentro das quais existem 5 pontos que representam as chagas de Cristo, então descobriremos um tal ‘Segredo’ que o ilustre Fernando Pessoa entendeu e que o levou a dizer: “Cumpriram-se os mares, o império se desfez. Senhor, falta cumprir-se Portugal”… 7 castelos + 5 quinas +1 Esfera= 13 12 apóstolos + Cristo =13 Calendário das 13 Luas Cabe ao nosso país, segundo muitos esoteristas, o “Arcano 13” do Tarot que representa a Morte que é também chamado o Arcano da Imortalidade. Simboliza o papel decisivo que cabe a Portugal na morte do homem velho, para o nascimento do homem novo, o Homem Arquetipal, aquele que dará definitivamente início à já tão esperada “Idade de Ouro” ou do Espírito na Era de Aquário.

A cor VERDE, normalmente associada à Esperança dos homens, representa ocultamente uma das duas Energias Cósmicas - O FOGO FRIO ou “HÁLITO DIVINO” CAÍDO DOS CÉUS - O FOHAT – PURUSHA - ESPÍRITO.

O VERMELHO, significando o sangue derramado de todos os que lutaram e morreram pela Pátria, representa ocultamente O FOGO QUENTE SERPENTINO, IRRADIADO DO CENTRO DA TERRA – A KUNDALINI, PRAKRITI – MATÉRIA.

Nas duas cores da Bandeira de Porto-Graal, estão expressas as duas principais Forças que originaram a Vida - ESPÍRITO E MATÉRIA - e sobre estas duas cores aparece a esfera armilar a representar o Mundo, a sugerir que toda a Evolução processada no nosso planeta tem por base primordial a conjunção destas duas Forças.

Sobre a esfera armilar que representa o Mundo, aparecem os sete castelos dourados que tanto representam a cidade das 7 colinas como simbolizam, os 7 Pilares relacionados com a existência dos “Sete Dhyanis” Ou Seres Superiores que amparam e regem os destinos da Humanidade. As cinco quinas representam as cinco chagas de Cristo dispostas em cruz, num país de Cruzadas que levou a sua Mensagem além-Mar e que de novo se cumprirá como Mensageiro duma Nova Era (Aquário) quando retomar o Caminho iniciado há muito mas desviado do seu verdadeiro sentido que será corrigido no tempo certo para o qual foi predestinado Portugal numa Nova Era Universal, porquanto se levantará de novo como se canta no hino nacional.

O Azul é a cor da espiritualidade, representado nas cores iniciais da Bandeira Lusa que certa Confraria Branca Esotérica imprimiu como que profetizando o papel relevante de Portugal nos acontecimentos futuros que a sabedoria popular pressente na enigmática frase da “Padroeira” que diz: “Portugal será perseguido mas nunca vencido”, e nele existe um Segredo no Centro que a seu tempo será revelado…

Retirado de: http://salteadoresdaarca.wordpress.com/2008/02/14/interpretar-a-bandeira-nacional-a-luz-dos-conhecimentos-esotericos%E2%80%A6/
comentários
galardões
  • galardão visitas
    5000
    visitas

Maquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot A700
Exposição: 1/500
Abertura: 40/10
MeteringMode: 5
Flash: 88
Dist.Focal: 11546/1000


favorita de (9)