foto user
Cynthia Dorneles
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/a vida num outro rítmo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/a vida num outro rítmo
voltar lista nav-leftnav-right

a vida num outro rítmo

fotografias > 

Paisagem Natural

2013-04-17 03:48:59
comentários (57) galardões descrição exif favorita de (20)
descrição
Ainda em Atins, Maranhão.

A vida segue num outro rítmo. Entre meio dia e três da tarde, nem moscas voam, os cães dormem e as pessoas sensatas ficam abrigadas em algum lugar com sombra.

O sol equatorial é um sol de derreter tudo, inclusive as neuroses e paranóias urbanas. O céu parece chegar próximo da gente e isto é fato: o Maranhão, por sua proximidade com a linha do Equador, tem um céu bem baixinho mesmo. Sendo assim, o calor do sol é algo indescritível.

Só existe um tipo de pessoa que sai andando neste horário, caminhando nas areias fofas de Atins: turistas. E, da classe sempre exótica dos turistas, a vossa fotógrafa que tentava fotografar passarinho pra dar pra Neia e em vez de passarinho fotografou boi, boiadeiro, tropeiro e muitas outras coisas, bichos e gentes.

Há poucos turistas em Atins e nem os maranhenses conhecem o Atins. Mas mesmo poucos, há turistas. Sendo assim, se um dia vc for a Atins e ver alguém andando depois das onze da manhã e antes das quatro da tarde, pode estar certo: turista.

Aconselho aos indômitos: protetor solar fator maior possível, chapéu, repelente de mosquitos e bons livros pra ler. Não precisa tênis, nem casaco, nem praticamente roupa alguma. Nada de mala com rodinhas (eu errei, fui com a minha vermelhinha com rodinhas) porque Atins não tem ruas calçadas, tudo é areia fofa. Mochila.

Sugiro também que contratem guias porque se perder nas dunas do Atins não é um bom programa :)
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot D10
Exposição: 1/400
Abertura: f/8
ISO: 80
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist. Focal: 6.2 mm
Dist. Focal 35mm: 161.22 mm
Software: Adobe Photoshop CS5 Macintosh

turista acidental com máquina na mão
favorita de 20
galardões
  • galardão a nossa escolha
    a nossa
    escolha
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
a vida num outro rítmo
Ainda em Atins, Maranhão.

A vida segue num outro rítmo. Entre meio dia e três da tarde, nem moscas voam, os cães dormem e as pessoas sensatas ficam abrigadas em algum lugar com sombra.

O sol equatorial é um sol de derreter tudo, inclusive as neuroses e paranóias urbanas. O céu parece chegar próximo da gente e isto é fato: o Maranhão, por sua proximidade com a linha do Equador, tem um céu bem baixinho mesmo. Sendo assim, o calor do sol é algo indescritível.

Só existe um tipo de pessoa que sai andando neste horário, caminhando nas areias fofas de Atins: turistas. E, da classe sempre exótica dos turistas, a vossa fotógrafa que tentava fotografar passarinho pra dar pra Neia e em vez de passarinho fotografou boi, boiadeiro, tropeiro e muitas outras coisas, bichos e gentes.

Há poucos turistas em Atins e nem os maranhenses conhecem o Atins. Mas mesmo poucos, há turistas. Sendo assim, se um dia vc for a Atins e ver alguém andando depois das onze da manhã e antes das quatro da tarde, pode estar certo: turista.

Aconselho aos indômitos: protetor solar fator maior possível, chapéu, repelente de mosquitos e bons livros pra ler. Não precisa tênis, nem casaco, nem praticamente roupa alguma. Nada de mala com rodinhas (eu errei, fui com a minha vermelhinha com rodinhas) porque Atins não tem ruas calçadas, tudo é areia fofa. Mochila.

Sugiro também que contratem guias porque se perder nas dunas do Atins não é um bom programa :)
comentários
galardões
  • galardão a nossa escolha
    a nossa
    escolha
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Canon
Modelo: Canon PowerShot D10
Exposição: 1/400
Abertura: f/8
ISO: 80
MeteringMode: Pattern
Flash: Não
Dist. Focal: 6.2 mm
Dist. Focal 35mm: 161.22 mm
Software: Adobe Photoshop CS5 Macintosh

turista acidental com máquina na mão

favorita de (20)