foto user
José Ramos
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Paisagem Natural/"Pareidolia"
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Paisagem Natural/"Pareidolia"
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
Permaneço silencioso nas paisagens escuras do Alentejo, mesmo junto à fronteira com Espanha, rodeado de todo o tipo de sons não identificáveis e em aumento constante, onde tudo parece tão maior do que nós. À medida que os olhos se adaptam à intensa escuridão, uma cúpula surreal de estrelas enche o céu, e a fugidia Via Láctea aparece progressivamente perto do horizonte, rodando lentamente à medida que a noite avança.

Embora o frio comece a tornar-se demasiado intenso, vencendo a batalha contra as múltiplas camadas de roupa, há um propósito na persistência desta visita: destapar aquilo que se esconde por detrás da escuridão, permitindo a entrada num mundo onde os elefantes bebem no topo de pontes em reuínas, as estrelas se transformam em vizinhos próximos confidentes, e a luz se expande por todos os cantos do nosso Universo.

Local: Elvas, Ponte da Ajuda

Informação Técnica:

Sony a7R + Venus Laowa 12mm f2.8
Abertura: f2.8
Exposição: 30 segundos
ISO: 2000
Foco: Manual
Tripé: FLM CP30-XL Pro + CB38-FTR Ballhead
Nisi Night Filter
Disparador Remoto Wireless
Bolsa Terrascape
exif / informação técnica
Máquina: SONY
Modelo: ILCE-7R
Exposição: 30 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura:
ISO: 2000
Dist.Focal:
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop CC (Windows)

favorita de 82
galardões
  • galardão a nossa escolha
    a nossa
    escolha
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
  • galardão curador
    curador
  • galardão curador
    curador
"Pareidolia"
Permaneço silencioso nas paisagens escuras do Alentejo, mesmo junto à fronteira com Espanha, rodeado de todo o tipo de sons não identificáveis e em aumento constante, onde tudo parece tão maior do que nós. À medida que os olhos se adaptam à intensa escuridão, uma cúpula surreal de estrelas enche o céu, e a fugidia Via Láctea aparece progressivamente perto do horizonte, rodando lentamente à medida que a noite avança.

Embora o frio comece a tornar-se demasiado intenso, vencendo a batalha contra as múltiplas camadas de roupa, há um propósito na persistência desta visita: destapar aquilo que se esconde por detrás da escuridão, permitindo a entrada num mundo onde os elefantes bebem no topo de pontes em reuínas, as estrelas se transformam em vizinhos próximos confidentes, e a luz se expande por todos os cantos do nosso Universo.

Local: Elvas, Ponte da Ajuda

Informação Técnica:

Sony a7R + Venus Laowa 12mm f2.8
Abertura: f2.8
Exposição: 30 segundos
ISO: 2000
Foco: Manual
Tripé: FLM CP30-XL Pro + CB38-FTR Ballhead
Nisi Night Filter
Disparador Remoto Wireless
Bolsa Terrascape
Tag’s: via láctea,longa exposição,elvas,espanha,ajuda,portugal,ponte,astros,estrelas,astrofotografia
comentários
galardões
  • galardão a nossa escolha
    a nossa
    escolha
  • galardão visitas
    1000
    visitas
  • galardão popular
    foto
    popular
  • galardão curador
    curador

Máquina: SONY
Modelo: ILCE-7R
Exposição: 30 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura:
ISO: 2000
Dist.Focal:
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop CC (Windows)


favorita de (82)