foto user
Daniel Ferreira
nav-left nav-right
menu-mobile
Olhares
menu-mobile-right
Carregar
Animais/Pato-mudo
fullscreen voltar lista nav-leftnav-right
Animais/Pato-mudo
voltar lista nav-leftnav-right
descrição
O pato-mudo é uma ave originária da América Central e do Sul, onde foi domesticada pelas culturas indígenas. A espécie selvagem é denominada de Cairina moschata sylvestris e a doméstica de Cairina moschata momelanotus.


É um pato que se distingue da maioria das aves aquáticas domésticas em vários aspetos. 

Talvez as características mais marcantes sejam as seguintes: possuirem carúnculas ("verrugas vermelhas") na cabeça e em redor dos olhos (o macho mais que a fêmea); não emitirem sons altos, sendo que o macho emite um som que se assemelha ao de um assopro, enquanto a fêmea emite um som semelhante a algo como [fi'fi]; serem melhores voadores do que nadadores e, à noite, tenderem a voar para as árvores (caso existam por perto) e empoleiram-se nelas.


O seu bico é fino e comprido. Conseguem levantar/aumentar as penas no topo da cabeça, formando uma “crista" quando se sentem ameaçados.
exif / informação técnica
Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 550D
Exposição: 1/400 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 100
Dist.Focal: 35mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Elements 11.0 Windows

favorita de 62
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular
Pato-mudo
O pato-mudo é uma ave originária da América Central e do Sul, onde foi domesticada pelas culturas indígenas. A espécie selvagem é denominada de Cairina moschata sylvestris e a doméstica de Cairina moschata momelanotus.


É um pato que se distingue da maioria das aves aquáticas domésticas em vários aspetos. 

Talvez as características mais marcantes sejam as seguintes: possuirem carúnculas ("verrugas vermelhas") na cabeça e em redor dos olhos (o macho mais que a fêmea); não emitirem sons altos, sendo que o macho emite um som que se assemelha ao de um assopro, enquanto a fêmea emite um som semelhante a algo como [fi'fi]; serem melhores voadores do que nadadores e, à noite, tenderem a voar para as árvores (caso existam por perto) e empoleiram-se nelas.


O seu bico é fino e comprido. Conseguem levantar/aumentar as penas no topo da cabeça, formando uma “crista" quando se sentem ameaçados.
comentários
galardões
  • galardão popular
    foto
    popular

Máquina: Canon
Modelo: Canon EOS 550D
Exposição: 1/400 sec
Exposição (EV+/-): 0 step
Abertura: f/5.6
ISO: 100
Dist.Focal: 35mm
Dist.Focal (35mm):
Software: Adobe Photoshop Elements 11.0 Windows


favorita de (62)